Qual o perfil de personalidade certo para a sua relação amorosa?

“Mulher madura, sabendo o que quer da Vida, personalidade Tipo 3, procura Homem com sentido de responsabilidade e dinâmico personalidade Tipo 7 para uma relação séria.” Jornal local – Los Angeles 2012.
Confesso que a primeira sensação que fiquei foi de absoluto desconforto e confusão. No “berço” do Eneagrama moderno a maior atrocidade à sua sabedoria… Mas decidi aproveitar o momento e trocar algumas ideias com pessoas que apenas tinham um recente ou superficial conhecimento de Eneagrama e confrontá-las com o referido anuncio. Ao regressar a Portugal decidi fazer a mesma experiência. A conclusão foi semelhante: A generalidade das pessoas que entrevistei acabaram por refletir a preocupação sobre a personalidade tipo do seu parceiro(a) como motivo para o sucesso ou insucesso da mesma.
Imagine um casal de idosos em que quando a esposa está doente gosta de ter todas as suas amigas por perto. Por outro lado o senhor quando está doente gosta de estar só. O que será que ele faria caso sua esposa ficasse doente e as suas amigas a tentassem visitar? Provavelmente diria para que voltassem noutro momento, uma vez que a sua esposa se encontrava doente. Achando que está fazendo o melhor, deixará a sua querida esposa muito infeliz.
O conhecimento sobre o perfil de personalidade do Eneagrama do nosso companheiro(a) pode ser uma ferramenta fundamental para entender os seus comportamentos e compreender o seu modelo do mundo, e dessa forma se possa antecipar alguns dos motivos essenciais das discussões entre o casal. Com regularidade escuto casais falarem que havia uma relação antes e uma relação depois de conhecerem o Eneagrama.
Mas o grande trunfo que o Eneagrama traz aos relacionamentos não é conhecer bem como o outro funciona. É sim que cada um se conheça mais profundamente e, que por se conhecer tão bem, que respeite a forma diferente do outro pensar, sentir e agir. Isso faz com que eu não me esqueça de mim no relacionamento e ao mesmo tempo respeite a forma como o outro é, sem tentar alterá-lo e transformá-lo em algo que ele ou ela não é, esquecendo a sua essência. No fundo o que nos fez ativar a chama do Amor.
A relação perfeita acontece quando há respeito pela forma como o outro é e como a sua natureza funciona. Assim teremos alguém completo na relação. E só estando completo se pode Amar por completo alguém e assim, como consequência, ter uma relação que funciona. Uma relação que é justa e perfeita na sua essência.